Publicado em Café com Letras

A droga na Adolescência/Inês Gandolfo

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Café com Letras edição 14a, no mês de outubro de 2012, teve como palestrante a professôra da Universidade de Brasilia, Inês Gandolfo.

Atualmente Inês é professôra visitante na Universidade de Toronto.

“A droga na adolescência”

Publico aqui o resumo da palestra fornecido por Inês.

Material precioso para os que assistiram a palestra e para os que não puderam estar presentes.

Dessa vez pedi a Fernanda Antunes, amiga e assídua participante do Café com Letras que fizesse um depoimento sobre a palestra de Inês. Obrigada pela colaboração, cada vez mais importante e necessária para o Café com Letras.

“Dirigindo para o Café com Letras, naquela manhã chuvosa e fria de outono, já sabia que  encontraria o caloroso, cordial, descontraído e elegante ambiente de sempre, liderado por nossa anfitriã Solange –  sou fã de carteirinha desses encontros.

Voltando ao trânsito… estava eu a pensar no que poderia ser apresentado na palestra “problema das drogas na adolescência” pela psicóloga Maria Inês Gandolfo… uma questão pra lá de real e crescente… mas que, no meu caso específico, como mãe de dois pequenos desbravadores de 6 e de 4 anos, um tanto “distante” mas ao mesmo tempo tão “assustadora”.

Na verdade, creio que os meus receios com relação ao futuro estão diretamente ligados ao mistério que se esconde em uma cultura que “não me pertence inteiramente” – por não ter crescido aqui no Canadá e claro, ao fato de estar aqui sem nossos familiares. A realidade é que meus filhos são canadenses, e muito embora serem criados com zelo e dedicação por pais brasileiros, nós estamos longe do calor e do apoio da família – comunidade à qual tivemos acesso quando crescemos no Brasil.

E foi com isso no coração que as primeiras palavras da Inês, usando como exemplo a própria comunidade que vem sendo criada no Café com Letras, me tocaram fundo: “pertencimento e construção de redes, para trocas, conversas, apoio e saber que pode contar” são o fundamento para a discussão desse assunto que supera os limites de credos, fronteiras geográficas, nacionalidade, etc.

E ali, em meio a definições sobre drogas lícitas e ilícitas que criam alterações no sistema nervoso central (incluindo álcool e tabaco) e dados estatísticos  que demonstram que as drogas são  um enorme problema de saúde mundial e que afetam os vários níveis socioculturais – a palestra foi se desenrolando de forma clara e envolvente: “o que leva um jovem a usar drogas?” foi a pergunta – E a reposta, não cartesiana, veio logo em seguida: pensar numa solução simples para um problema complexo seria “ tapar o sol com a peneira”.

Uma multiplicidade de fatores de risco e de proteção permeiam a “formula básica”: “Substância/produto + indivíduo + Sociedade/meio ambiente” – uma relação não linear entre os domínios individuais (características contidas no contexto de cada indivíduo), domínios dos pares (convívio com “as más companhias”), domínio familiar (relacionamento familiares), domínio comunitário (sociedade como um todo) e o domínio escolar (o papel das escolas).

E, neste cenário, foram apresentadas dicas para pais e professores:

  • Vocês são os principais modelos e a melhor defesa – estar perto é fundamental.
  • Falar abertamente sobre as drogas – incluindo as “promessas” contidas na utilização do “produto.”
  • Manter sempre o canal de comunicação – o adolescente deve ser capaz de falar o que pensa e sente através de mini-conversas (e não discursos longos).
  • Nutrir a autoconfiança e a inteligência dos indivíduos.
  • Fornecer um clima de otimismo e esperança.
  • Pensar antes de agir.
  • Não ter medo de colocar limites.
  • Jantar juntos sempre que possível.

E assim, para encerrar, junto a uma linda imagem de bebê se lê na tela: “Ame-me quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso”.

Acho que todos concordariam que nada mais precisaria ser escrito aqui… porém, preciso mais uma vez, dizer da sorte que tive de novamente estar presente a um Café com Letras… que sempre traz informação e aconchego, e que desta vez me agregou  possibilidades e boas perspectivas no futuro – me oferecendo muito mais do que eu poderia esperar em questões de interesse – atuais e futuras…

Obrigada a Inês Gandolfo por sua objetiva, informativa e consistente palestra e, claro, a Solange por seu impecável, incansável e carinhoso trabalho.

A palestra sobre “prevenção dos abusos e uso de drogas e seus danos” foi acompanhada por muitos profissionais ligados à área da educação e assistência social em geral: pedagogos, assistentes sociais, pastor, professores, conselheiros…

O encontro foi encerrado com as tradicionais premiações e sorteios – dessa vez, como disse a própria Solange, com o “café com Letras virando Brand” – e a com isso a participação especial da Tramontina pela primeira vez doando um conjunto de panelas que a Valeria Sales ganhou.  Ingressos para o filme Xingu , apresentado no 6th BRAFFTV foram distribuídos pela Bárbara a todos os participantes do Café com Letras de Outubro. O Juan, a Ângela, a Valda e a Ana Paula foram os ganhadores de ingressos para filmes do Brazil Film Fest. A Dolores e a Breane ganharam vouchers para o spa. A Cláudia foi sorteada e ganhou a caneca do Café com Letras e o jantar no Cajú quem levou foi a Vanice.

… E que venham mais poemas (dessa vez, foi o lindo Poema “7 faces” de Drummond a abrir “os serviços”) acompanhados de mais Café com Letras…”

Fernanda Antunes

Publicado em Café com Letras

“Como vender seu peixe”

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Aprenda a vender o seu peixe”

 

Suely Anunciação

 

“Hoje vou faler do tema de minha oficina no Café com Letras 12ª edição. A oficina foi ótima estava lotada, tinha por volta de 60 pessoas. Fiquei muito feliz com os comentários sobre o que foi discutido. Por essa razão vou compartilhar com vocês um pouco sobre as dicas para marketing pessoal.

 

Marca Pessoal é mais do um nome, é mais do que um CV (Curriculum Viate) ou que a biografia de uma pessoa. A marca pessoal é muitas vezes formada bem antes das pessoas conhecerem essa pessoa. Marca pessoal é a essência de quem a pessoa é, isso é o que você quer que as pessoas pensem de você! A marca pessoal de uma pessoa é formada por:

 

1. Habilidades e contribuições pessoais;

2. Do conhecimento;

3. Dos valores e personalidade;

4. Estilo de comunicação;

5. Realizações e metas e;

6. Até da aparência física de uma pessoa.

 

O elemento crítico de uma marca pessoal é a identidade de uma pessoa nas redes sociais. Uma identidade online positiva, reflete na marca pessoal e está se tornando cada vez mais importante para todos os profissionais. Portanto, as pessoas, devem ser notórias nas redes sociais mas não devem ser desleixadas porque as redes sociais colocam as pessoas em frente de milhões de outras pessoas com apenas um click. Lembrem-se que quase tudo que vocês escrevem nas redes sociais constrói sua identidade virtual por anos. Tudo que é conectado ao seu nome na internete poder ser visto como reflexão do seu caráter e personalidade.

 

Vemos que marketing pessoal não é só se promover. Marketing pessoal é passar para o mercado o seu conhecimento profissional e para fazer isso bem feito é necessário seguir 5 simples passos:

 

1. Capacitação profissional contínua para aumentar sua rede de contatos e se manter atualizado (a) no seu campo profissional;

2. Mantenha-se no topo de tudo sendo consistente nao dê uma opinião em um site social e em outro uma opinião contrária, ou mesmo fotos. Não coloque no LinkedIn por exemplo sua foto muito sério (a) e no Facebook uma foto fantasiado bebendo com os amigos. Isso não é nada bom, sua imagem fica inconsistente e quem ver isso não sabe qual é o seu “eu” verdadeiro. Principalmente porque estamos no Canadá e não no Brasil;

3. Crie seu próprio conteúdo. Isso significa ser conhecido pelo que fala, por sua ideias e por seu conhecimento. Comente em postes e escreva suas próprias ideias. Fazendo isso, vocês constroem suas redes de trabalho e compartilham seus conhecimentos. Isso é bastante apreciado pelos empregadores pois passa a ideia de que estão acompanhando o que há de novo no mercado e também porque sua marca está criando sua reputação;

4. Não fale apenas, faça. Coloque em prática seus conhecimentos e habilidades e por último;

5. Prepare-se para aparecer. Se tiver sucesso no marketing pessoal vão ficar notórios. Certifiquem-se de estarem preparados para cada oportunidade que vier.

 

Reputação online é importante porque hoje, os empregadores usam seus sentidos e julgamentos baseados no que uma pessoa coloca à disposição do público, como uma reflexão do que essa pessoa fará com clientes, colegas e a eles próprios. De acordo com uma pesquisa feitas com usuários norte-americanos nos últimos 12 meses, 91% dos empregadores estão usando Facebook, Twitter, LinkedIn e outras redes sociais como ferramenta de triagem para potencial empregados. Apenas 7% dos entrevistados disseram que não usam sites como esses para peneirar os candidatos.

 

Para garantir que sua presença online seja positiva, google seu nome e encontre o que há na internete sobre vocês. O que não for consistente com sua marca pessoal (como você quer ser visto pelas pessoas) considere remover da internete. Limpe o que está lá como por exemplo fotos e comentários inapropriados, comentários negativos sobre antigos patrões, comunicação pobre (muitos erros e gíria). Separe sua identidade pessoal da sua identidade pública. Por exemplo, não deixe seu Facebook com informação pessoal aberto ao público. Visite o settings da sua conta todos os meses e clique em não torne meu perfil público, fazendo isso ele não estará aberto para quem não estiver na sua rede de contatos. Certifique-se que toda informação que está na internete sobre você é correta. Crie uma presença online positiva cercando seu nome com informação que você quer que seja associada à sua pessoa. Mantenha todas as sua contas nas redes sociais atualizadas e crie um perfil em sites como LinkedIn e Twitter.

 

Depois que você verificar que toda informação que está na internete está correta, copia o endereço dos seus perfis e faça um cartão de visita para que seja encontrado pelas pessoas no seu network. Se por um acaso você encontrar informação ou fotos que denigram à sua imagem e que não foi postada por vocês, não desanimem. Existem sites especializados em limpar isso para você. Claro vai custar caro, mas dependendo do tamanho do estrago que essa informação pode fazer, é melhor considerar isso como um investimento. Para encontrar esse tipo de sites escreva no google a seguinte frase: reputation defenders. Espero que essa informação seja útil para vocês e ajude no seu marketing pessoal.”

 

 

Ninguém melhor do que a própria Suely Anunciação para nos fazer um resumo de sua palestra.

Estou transcrevendo o texto que ela escreveu para o “Jornal da Gente”, e foi publicado na 1a edição de setembro.

Publicado em Café com Letras

Café com Letras 14a edição

Maria Inês Gandolfo é psicóloga, professôra da Universidade de Brasília e atualmente é professôra visitante na Universidade de Toronto no Canadá.

Com imenso prazer o Café com Letras conta com sua presença na 14a edição.

Inês vai falar sobre o “problema da droga na adolecência”e discutiremos maneiras de lidar com o problema numa fase tão difícil como a adolecência,tempos de transição e afirmação para todo jovem.