Publicado em Café com Letras

Poema para o dia da Mães

Para sempre

 

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
– mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

 

Carlos Drummond de Andrade

Ofereço esse poema a todas as Mães, pensando na minha, na beleza de seus 92 anos continua nos dando lindas lições de vida.

Beijo a todas, mesmo as que não puderam ou quiseram ser ou ainda não são Mães, mas são mulheres antes de tudo.

Sempre leio um poema no Café com Letras, faz bem a alma. Esse foi o da nona edição.

Publicado em Café com Letras

Café com Letras / Letícia Amaral

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como decorar a casa do Imigrante foi o tema da palestra de Letícia Amaral.

Esse tema sempre fez parte das minhas preocupações .

Ao longo de minha vida de eterna expatriada, fiz da minha casa o meu refúgio.

É onde sempre estou rodeada dos objetos que fazem parte da minha identidade, são as minhas referências com minha cultura mas também comigo mesmo.

É dentro desse ambiente que ganho forças e me alimento para enfrentar as dificuldades e os desafios que o mundo lá fora possa me oferecer.

Nunca conseguiria viver numa casa hotel, para mim é algo impensável.

Até nos hotéis de trânsito acabo incorporando coisas que me pertencem e me ligam com minha maneira de ser.

Nas minhas mudanças sempre tive , por exemplo, a preocupação de primeiro arrumar o quarto das crianças e deixar o cantinho deles bem gostoso, com suas referências.

Acho que é fundamental na adaptação sempre mais difícil das crianças.

Por isso pedi para Letícia essa palestra que acredito ser importante na vida de todos que  vivem com a casa nas costas.

Sei que Letícia levou muito tempo recolhendo material e procurando a melhor forma de sintetisar os vários aspectos que envolvem a decoração de uma casa . Letícia salientou diferenças importantes entre nosso Brasil e o Canadá. O que priorizar numa reforma, pensando numa futura revenda do imóvel. Inúmeras possibilidades de materiais, lista de lojas para compra e revenda, enfim, muita informação útil.

Letícia nos mostrou várias formas de fazer do nosso cantinho um pedacinho do Brasil e uma parte do retrato de nós mesmos, sem nos esquecermos de que estamos no Canadá onde as configurações das casa são bem diferentes das nossas.

A palestra encantou a todos pela forma prática e objetiva com que tratou os diversos conceitos e detalhes de uma decoração.

Mesmo que seja por pouco tempo é preciso tornar nossa vida mais agradável e alegre, com pequenos detalhes.

Obrigada , Letícia, brilhaste!

Obrigada à todos que estiveram conosco que faz com que esses encontros sejam cada vez mais agradáveis e proveitosos para todos.

Obrigada a todos que me tem ajudado no café inclusive com a cobertura fotográfica, Raquel, Rita, Carolina e Giselle. Como sempre digo a linha de frente na recepção, garante o sorriso do encontro.

Obrigada aos inúmeros prêmios que foram doados:

Letícia ofereceu 2 consultas de decoração.

As velas Party lite, que Anne Silva nos trouxe.

ao Dr. Olavo Queiroz que ofereceu um branqueamento e Simone de Assis sua secretaria que conseguiu o premio.

ao Cajú que oferece sempre 2 jantares.

além das canequinhas e camisetas do Café e de uns quadrinhos para decorar com gosto de Brasil, mimos do coração que vou inventando.

Até julho quando teremos FOTOGRAFIA, com Eliana Rigol e Raissa Ferrari.

Para o segundo semestre já temos belos temas que certamente vão interessar a todos.

Um beijo para todos da Solange