Publicado em Toronto

Prezado Inverno

Prezado inverno,

Ainda me lembro do primeiro dia de sol da primavera em que, juntos com todos os canadenses, fomos lagartear no sol.

A manteiga na varanda do restaurante derreteu e achamos o máximo.

Sobrevivemos bem ao primeiro inverno neste hemisfério.

Um corte em dezembro ,uma fugida providencial ao Rio de Janeiro, ajudou muito. Para mim, foi especialmente produtivo: nasceram vários trabalhos novos.

Mas e o verão? Está nos passando a perna.

Perdi os terríveis dias de calor num piscar de olhos pelo nosso Brasil.

Mal cheguei e já me dou conta de que um casaquinho começa a fazer falta….

Não deu nem tempo de passear todas minhas sandálias… meus vestidos veraneiros…

As lojas também não deram trégua : as vitrines já exibem as coleções de inverno.

Frustrante! Diria criminoso o que faz o comércio nos lembrando o tempo inteiro do frio que nos espera, sem trégua para relaxar e gozar deste veranico.

Tudo isso pensado, tenho que correr e por para fora minha coleção de bicicletas, símbolo maior deste verão que já está querendo nos abandonar. Tem bicicletas em Toronto, mas também em N.Y, Ottawa, Paris e até em Budapeste. Memórias de dias de verão, mas também do inverno, passado ou futuro???

Ruas cheias, as menores mini-saias que já vi. Uma desinibição com o corpo de quem quer aproveitar cada grauzinho de calor e tirar o mofo de cima.

O humor fica leve e as pessoas sentem-se despudoradamente felizes.

Quero aproveitar o verãozinho que ainda resta e me recuso a aceitar que passou tão rápido

Segura aí, seu inverno, ainda quero caminhar muito por aí e tomar muito sorvete … sem falar na minha coleção de sandálias que querem passear???

Este slideshow necessita de JavaScript.